n° de visitantes

Leitores

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

A questão


Estou começando uma nova fase. Escrevendo em uma folha que estava em branco e vazia. De idéias e rabiscos. É que o Ensino Médio acabou, passou-se a formatura, as festas de final de ano, promessas não cumpridas de réveillon e o mês de janeiro mais demorado (e trágico) que já vi.
Acho que estou na melhor hora para viver uma nova fase. Preciso dar o meu melhor esse ano e confiar. CONFIAR. Que eu vou ser capaz de ser a melhor (de mim em mim). Não queira imaginar como é ruim ficar na lista de espera, esperando, esperando, o que nunca virá. O que? O seu maior sonho: Passar no vestibular. Pra Medicina. (me dá até um frio no estômago e um excesso de lucidez que eu preferia não ter).
Minha vida vai de acordo com os meus sonhos. E eu sou bem danada, consigo quase tudo. Juro que nem sei como. Não tenho sorte pra nada, mas também não tenho azar. É que quando cismo com alguma coisa, tenho que fazer. Pra me completar. Pra ser Helena. Pra depois pensar com meus botões, e agora? Engraçado e triste.
Mas hoje, sofro. Aflita, me escondo em felicidades-instantâneas que moram em mochilas de viagem e pouco dinheiro no bolso. Ou na casa do namorado (comendo chocolate e vendo filmes). É bom, mas não é o bastante. Por isso, sofro. Penso no que está me esperando ali na frente. Na Rua Paraíba. Numa sala de cursinho preparatório.
A inspiração desaparece, a mãe cobra, o pai esconde preocupação, o namorado te leva pra viajar, a serra do cipó fica sem graça, você se acha feia, alguns amigos somem, você se vicia em café e o seu concorrente não perde tempo escrevendo no blog como você.
Enfim, escolher o que você vai ser daqui pra frente não é fácil. Na verdade, é tarefa para poucos. Para quem se conhece de verdade. Ou para quem se arrisca de fato. Mas o melhor de tudo isso é poder escrever em uma folha que a algum tempo atrás estava branca e vazia de destinos. E poder sentir o coração pular de ansiedade ao saber que AQUELA HORA está chegando. Mesmo que a demora seja eterna enquanto você se doa.

9 comentários:

Anônimo disse...

gostei da foto... a menina é bem bonita...

rafinhaa disse...

Helendaaa, Nu que texto perfeito, metade do que vc escreveu tbem eu sintoo e ateh hj vc num me deu a caixa pra colocar tudo dentro e despachar se lembra?? Ow torço muitoo por vc, sucesso Rafinha do IEMP

P. Freitas disse...

Poeta seu texto mostra um desabafo, serve de exmplo pra muita gente, mostra a realidade de muitos jovens!Você uma caixinha de surpresa, de inspiração, onde cada palavra se encaixa em milhares de vida! Continue brilhando aonde quer que você esteja, torcendo sempre pelo seu sucesso e que todos os seus sonhos se concretizem afinal você merece!! Pampam

Florence . disse...

Helena, seu texto ficou perfeito. O que está se passando com você é apenas um aprendizado; e tenho certeza que vc vai conseguir superar tudo isso. E um dia (qd a gente menos esperar) vc vai estar postando sobre sua mais nova conquista: Passar no vestibular! Torço muiiito por você. :)

Naty Castelan disse...

Q q isso Lelena, até repiei...
Sabe (conselho de quem passou na federal, UHUUUUL) se seu sonho eh passar no vestibular de medicina, ESTUDA mesmo.
e se estudar mesmo, vc vai olhar no espelho e nao vai achar q vc tah feia, vc vai ter certeza disso. C vai ta de chinelo, camiseta, calça jeans, o cabelo preso num rabo mal feito, olheiras e um risco de maquiagem mal passada,uns quilos mais gorda ou mais magra. Mas isso tudo vale mto a pena qndo a gnt tem certeza que deu o melhor de nós, mesmo q o resultado não tenha sido tao bom quanto o esperado. Vestibular não eh coisa de Deus, tem que ter muita paciÊncia!! não vou desejar sorte, pq pra mim sorte eh uma junção de COMPETÊNCIA, CAPACIDADE E OPORTUNIDADE. Isso tudo vc tem. Pé na tábua! bjO

MaressaBrito disse...

aff mto lindo teu blog,
lindo msm, parabééns!
vc escreve super bem :D

Etienne disse...

:
Então me diz qual é a graça de ja saber o fim da estrada quando se parte rumo ao nada?

Não é!

Marcela de Castro disse...

Oi Helena!
Achei o seu texto PERFEEEIIITOOO e me emocionou muito! Já te falei que você é a minha poeta/escritora preferida. Você tem o dom de brincar com as palavras e escreve realmente DEALMANUA! E é essa nudez que deixa os seus textos emocionantes.
Esse período que está passando é normal. Temos medo do desconhecido e de tomar decisões que sabemos que valerão "pro resto de nossas vidas". Contudo, concordo com a Castelan: você tem competência, capacidade e oportunidade.
No momento, o que você pode fazer é buscar o seu principal objetivo: passar no vetibular de medicina. Fixe nele e coloque-o em primeiro plano, que assim dará tudo certo!
Desejo muito a realização desse seu sonho e também estou no fã-clube que torce para o seu sucesso!
Você é especial e foi essencial numa parte muito conturbada da minha vida.
Obrigada por tudo!
Espero não perdermos os contatos!
Beijos!
Marcelinha.

Albatroz disse...

é gata, faculdade não é facil não. Agora tem enem, complica.
Tem que dedicar.
Acabou uma fase da sua vida, é apenas o inicio.
Começa agora a vida para valer, os ensaios ficam para trás. Voe alto, vale a pena. Não olhe para trás, confie em voce.
A vida são escolhas, nem sempre podemos escolher e ficar com tudo. Mas isso vc vai ver com o tempo.
A escola fica para trás, agora é faculdade, buscar espaço, crescer e lutar.